Isso tem outro nome

Rato de laboratório. Daqueles que ficam correndo naquela rodinha. Que fazem tudo de forma condicionada.
Mas de forma burra. Se entrar ali, leva choque. Vai doer.
E você entra. Toda hora.
Sabe que vai dar com a cara na porta. E ficar do lado de fora, na chuva forte.
Mas você vai. E vai de novo.
E volta com frio, doente. Cansada, desgastada, machucada.
Ao menor sinal de que a porta pode se abrir, você vai outra vez.
E se frustra. E se sente ridícula.
Se vê no meio da espiral do capeta, infinita. E não consegue sair.
Sofrimento.
Esperança tola.
Você vai diminuindo de tamanho, até ficar invisível.
Há quem chame isso de amor.

images (1)

waiting in vain, banksy.

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s