Aos que se foram

A morte é uma separação terrível. Por mais que pensamos estar prontos, sempre somos destruídos quando perdemos alguém importante. Ontem meu gato Prince, de 17 anos, faleceu. Em janeiro, perdi o Gato, que também tinha 17 anos.

Longe de mim querer ser egoísta e achar que eles deveriam ficar comigo, uma vez que a missão deles foi cumprida e chegou a visita da mulher da foice. Mas dói. E muito.

Acredito que os bichos vivem muito menos que nós exatamente para que possamos cuidar e dar uma vida boa para vários deles ao longo de nossa existência. Um bicho novo (pode ser adulto, mas novo na sua história) renova a vida. E eles sempre nos mostram o que é amor de verdade e que, sim, podemos ser melhores.

Então, me lembro também de outros bichos com quem pude dividir pedaços da minha vida e não estão mais aqui: Sophia, Yara, Jorginho, Kaiser, Chiara.

Eu amo vocês e sei que estão bem.

Um dia a gente se encontra.

 

 

 

catangel

Advertisements

One comment

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s